FANDOM


Ares (Saori Kido)
Saori Ares God of War.jpg
Information
Classification Deities
Aura type Deity level, Blood Red
Cloth Corona Borealis Cloth (originally)

Ares God Cloth (eventually)

Constellation/Symbol Corona Borealis
Date of birth ---
Sign ---
Age 600
Gender Female
Height 160 cm
Weight 46 kg
Blood type 0
Place of birth America
Place of training Scotland
Teacher Unknown
Relations Unnamed Native American parents
Mitsumasa Kido (Adopted Grandfather)
Zeus (divine father)
Hera (divine mother)
Athena/Sasha (Sister)
Status Active

Saori Kido é a encarnação da deus Ares que nasceu no século XX, mas continuou ativa durante os eventos de Saint Seiya Ω.

HistóricoEdit

Saga de MarteEdit

Saori aparece na história original de Anime Saint Seiya Ω. Vinte e cinco anos depois das lutas do século XX, Ares adota Kouga e o cria como seu filho. Um novo inimigo, Marte, surge e planeja usar o cosmo sagrado de Ares para dominar o mundo. Marte a ataca, mas é impedido e derrotado por Seiya de Sagitário. Sabendo que Marte voltaria, Saori funda a Palaestra, uma escola para formação de Cavaleiros, e deixa Ionia de Capricórnio como diretor da instituição. Ela então parte para uma ilha distante, junto com Shaina de Ofiúco e Tatsumi, para que pudesse criar Kouga. Treze anos depois, Saori esta sofrendo com os efeitos de sua luta contra Marte: uma maldição que impede que ela queime o seu Cosmo. Ela continua criando Kouga, que é treinado por Shaina de Ofiúco, longe do Santuário. Marte finalmente retorna e consegue abduzi-la, apesar dos esforços de Tatsumi, Shaina e Kouga para tentar impedi-lo, e a prende em um lugar desconhecido. Segundo o cavaleiro Genbu de Libra ela esta presa no planeta Marte tendo todo seu cosmo sugado, ele também diz que Marte usará ela como sacrifício, o qual ainda não se sabe porque. Saori está presa em uma espécie de árvore onde tem todo seu cosmo sendo sugado. Genbu ordena que os cavaleiros se apressem pois Atena corre perigo!

Após Kouga e Eden terem derrotado Marte na terra vão para o planeta Marte seguidos dos amigos de Kouga onde ele e possuído por Apsu e com a ajuda de Saori, Seiya e Yuna conseguem liberta-lo. Apsu sequestra Saori e Kouga com a ajuda da armadura de Sagitário consegue derrotar Apsu e liberta a deusa.

Saga de PallasEdit

Saori está prestes a enfrentar sua nova inimiga que na verdade é sua própria irmã, Pallas, a Deusa da Tragédia. Através de um adorno em seu braço, Saori está pouco a pouco tendo sua energia sugada por Pallas, que também tem em seu braço um adorno semelhante. A energia de Atena absorvida por Pallas faz crescer o seu poder e dentro de pouco tempo, Atena morrerá sem forças. Saori reúne os cavaleiros de bronze, prata e de ouro restantes para se prepararem para a batalha contra Pallas, pois a cada momento que se passa aos poucos sua energia se esgota. Então, no coliseu do santuário, Saori pede a ajuda dos demais cavaleiros para lutar contra sua Irmã, a deusa Pallas. Saori chocada com a morte de Genbu de Libra, encontra neste acontecimento forças para lutar, uma vez que estava insegura e hesitando em enfrentar Pallas. Então, com coragem, Saori parte com Seiya para Palaestra para ver a situação dos demais cavaleiros, tanto os de bronze como os de aço. Saori arrisca sua vida para poder encontrar o paradeiro de Pallas e a encontra com sucesso, porém fica ainda mais fraca.Tendo certeza de suas  ações, Saori volta carregada por Seiya ao santuário vista pelo demais cavaleiros de ouro os quais se surpreendem. Mais tarde, Saori desperta a armadura de Atena e da a Harbinger de Touro para protege-la. Ela é escoltada por Habinger e Fudou até a castelo de Pallas em Pallsbelta. No caminho do cestalo de Pallas, ela se encontra com Integra, que se junta a Saori para escolta-la e sente o cosmo de Ikki entrando no campo de batalha. Saori acompanhada de todos os cavaleiros de ouro remanescentes, chegam no Portal do Tempo. Saori vê Kouga petrificado na frente de portal. Ela pede para o cavaleiros ao seu redor darem seu cosmo a Kouga. Ela junto aos cavaleiros emprestam seu cosmo a Kouga para destruir o Portal do Tempo.

Castelo de PallasEdit

Após a quebra do Portal do Tempo, Saori e seus amigos entram na fortaleza de Pallas. Saori vê Ikki destruindo o portão de entrada. Ela também vê Ikki e Integra entrando primeiro no castelo. Saori e os outros cavaleiros entram no castelo e se encontram com Europa. Europa os avisa que existem quatro caminhos a se seguir e somente um lavará a Pallas. Europa começa a ofender Saori e atacar os cavaleiros de bronze. Logo Saori, Kiki, Habinger, Fudou e Seiya seguem pelo quarto caminho sugerido por Europa.

Caminho de VanaheimEdit

Saori é escoltada pelo quarto caminho pelos cavaleiros de ouro. Ele fica cada vez mais fraca quando se aproxima mais de Pallas. Logo depois do termino da luta de Ikki contra Aeageon, Saori chora pela morte de seu amigo Ikki. Ela mais a frente e teleportada por Paradox até uma sala que fica em algum lugar do Caminho de Vanaheim. Ela é atacada pela pallasita mas Kiki e Integra a protege. Ela assiste o luta de Integra contra Paradox. Logo, chega Gallia e fala que o desespero deles começa. Saori vê Integra e Paradox sendo cortadas pela espada de Gallia. Logo, Saori é ameaçada pela pallasita. Apos o taque de Kiki, Saori olha para a pallasita e vê ela tragando sua Phontontector. Saori vê Seiya ariscando sua vida por ele mais uma vez e tenta intervir mais é parada por Fudou. Saori o lha para Integra e Paradox e diz que o destino de gemêos esta mudando. Saori e protegi por Fudou da distorção criada pelo golpe de Integra e Paradox a Outra Dimensão. Saori fala que assim como Integra, Parodox era uma verdadeira Amazona. Os Cavaleiros de Bronze decidem lutar contra Gallia sozinhos, enquanto os Cavaleiros de Ouro conduziriam Saori em segurança até Pallas, cobrem a saída dos Cavaleiros de Ouro do pátio, o qual a Pallasite os havia levado para a batalha e de dentro do Castelo presenciam a derrota de.

HyperionEdit

Ela e os cavaleiros de Ouro se deparam com Hyperion. Após várias investidas de tentar matar o pallasito falharem, Shiryu que pede que Seiya e Harbinger acompanhem Saori até Pallas. Fudou detém por poucos segundos o pallasito que logo se livra de seu ataque. Nisso, Kiki protege Saori, Seiya e Harbinger com sua Muralha de Cristal. Ela sente o cosmo de Shiryu, Fudou e Kiki se extinguir enquanto prossegue pelo castelo.




HarbingerEdit

 Saori, Seiya e Harbinger de Touro chegam finalmente ao Trono de Pallas. Ela  então vê a luta entre Titan e o Cavaleiro de Touro, e não deixa Seiya interferir. Ela no final da luta diz para Harbinger que ele é um verdadeiro cavaleiro de ouro e depois desperta sua armadura para confrontar sua irmã. As duas então, relembram o passado em que Atena trocou sua irmã pelos humanos tendo que a matar. Atena chega a hesitar em lutar mas não tem outra alternativa.

PallasEdit

As duas então se teleportam para o Jardim do Olimpo, onde as duas viviam nas eras mitológicas. Inicialmente, Pallas quase derrota Atena, usando o poder do bracelete para sugar ainda mais a vida de sua irmã, dizendo que se ela não poderia ter o amor dela, ela então a mataria. Atena então lhe diz que também a ama, assim como os humanos, porém Pallas, mesmo assim não entende esse amor e então, as duas decidem dar um final na batalha para acabar de vez uma com a outra, e assim a jovem deusa Pallas é derrotada por sua irmã, sendo jogada para fora do jardim.

Do lado de fora, Atena está prestes a matar Pallas, porém Titan intercede com o resto da Espada da Criação e defende o Báculo de Ares. Quando Titan está prestes a desferir um golpe com o resto de sua espada contra Atena, Seiya intervém e protege sua deusa. Assim Pallas e Atena veem seus guerreiros lutando por elas: Titan joga sua espada fora e auto intitula-se como "o verdadeiro pallasito" enquanto Seiya desperta sua nova armadura de sagitário.

Seiya x TitanEdit

No início do combate, Titan consegue atingir Seiya e jogá-lo para longe. Nesse momento, ele se vira para Atena e afirma que o amor dela faz Pallas e os humanos sofrerem, além de fazer cavaleiros, como Seiya, se tornarem meras vítimas - dando-lhe a alcunha de "deusa da guerra que traz calamidades". Seiya se ergue e afirma que luta em nome da humana Saori Kido por vontade própria, e não porque simplesmente segue ordens. Titan ri, mas entende os pensamentos de Seiya, já que o modo de vida que o cavaleiro escolheu se assemelha ao dele - que decidiu desobedecer seu antigo mestre e dedicar sua vida a proteger Pallas. Assim, o combate é retomado. A luta fica empatada até que Titan decide usar sua técnica mais poderosa: Planeta Gigante. Para revidar, Seiya utiliza uma nova técnica: Flecha Cósmica Estelar. Dessa forma, Seiya vence a técnica do adversário e atinge Titan com uma flechada.

As irmãs se perdoamEdit

Titan, entretanto, afirma que isso não será o suficiente para derrotá-lo. Seiya diz estar ciente disso. Quando ambos decidem voltar a se enfrentar, Pallas intervém. Ela diz que lutará no lugar de Titan, já que ela não quer vê-lo sofrer. Atena, nesse momento, pede para que Seiya se afaste. Durante uma conversa onde ambas as deusas expoem suas convicções e sentimentos, Pallas e Atena fazem as pazes. Titan então reafirma que lutará em nome de Pallas e que a felicidade dela é seu desejo.

Ressureição de SaturnoEdit

Pallas então começa a devolver a energia vital de Atena, que ela havia lhe roubado, mas logo em seguida, Europa surge e utiliza os braceletes - que se tornam serpentes - para sugar o cosmo das deusas. Para salvá-las Seiya e Titan atacam Europa, mas os golpes não surtem efeito. Após terem o cosmo sugado, Pallas e Atena caem no chão desacordadas e amparadas por, respectivamente, Titan e Seiya. Com sua real chronotector, Europa avisa a Titan que ele pagará com a vida pela sua traição. Nessa hora, Titan, Seiya e os demais cavaleiros presentes no Salão do Castelo presenciam o despertar do deus Saturno - que era ninguém menos que Subaru, enquanto as deusas permanecem desacordadas.

Após isso, quando Pallas acorda, vê Titan sendo castigado por seu antigo mestre, e então, ela decide enfrentar Saturno por amor a Titan, porém sua irmã a impede.Quando Saturno resolve parar o tempo de todas as pessoas no mundo, através de seu poder com o uso da Eigouring (que havia se transformado em uma foice com o resto das espadas dos pallasitos primários), Pallas e Atena se interpõe no caminho do deus do Tempo, mas Europa lhes diz que isso seria uma besteira, pois as duas já estavam fracas.O resultado é que tudo ao redor é destruído e mais uma vez as duas ficam inconscientes.


Depois disso, Titan e Harbinger ficam para protegê-las enquanto Seiya, Kouga e os outros cavaleiros de bronze foram até o palácio de Saturno, onde estava o deus do Tempo. Nesse instante, surge Europa e Miller, ex-pallasitos, para matarem as enfraquecidas deusas. Mas, quando Europa ia lançar um de seus chakrams surge então Shun e Hyoga que aparecem para enfrentá-los.Depois de ter seu tempo parado, Atena usa suas ultimas forças para convocar todos os cavaleiros - esses também com o tempo parado - e pedir que eles emprestem seus cosmos para Kouga, com a finalidade dele derrotar Saturno.

ArmaduraEdit

thumb|Armadura de Saori já montada A Armadura de Atena é uma armadura divina usada pela deusa da sabedoria, Atena, tem cor dourada e está escondida no Santuário atrás de seu templo, depois das doze casas zodiacais e do salão do mestre. Na verdade, a armadura é a gigantesca estátua de Atena, que, apenas após tocada com seu sangue, se torna um pequeno artefato (de aparência igual à estátua). A Sua armadura prevaleceu inalterável desde a Saga de Hades. Foi usada nas batalhas contra Marte e agora, mais uma vez, contra a deusa Pallas.